( Manuel  Rodrigues Cristovão )

 

 

  Pra sempre vou-te amar, é o que diz

     o nome do midi que me ofertaste

   E nesse mesmo mail que enviaste

 O nome da mulher que sempre quis!

 

  Da tua vida o sol! Fui eu eleito!

    Teu coração assim determinou!

     Por isso, amor, feliz agora estou,

  E faz o meu ficar do mesmo jeito

 

 Cintilante e cheia lua te tornaste

   Deste amarelo e morno sol que encontraste,

     O glorioso renascer do brilho antigo!

 

 E creio meu amor jamais amaste

Um sol que nasce logo que deitaste

E que pra te aquecer deita contigo!